Veja dicas pra quem pretende fazer faculdade depois dos 50 anos

O índice de adultos que não concluíram o ensino básico no país ainda é bem significativo para a nossa educação. Há alguns anos, programas de incentivo ao estudo têm lutado contra esse percentual, o que possibilitou que pessoas de diferentes idades pudessem retornar para a sala de aula e obtivessem sucesso em seus objetivos.

Se você faz parte do público que está acima dos 50 anos e deseja voltar a estudar, separamos algumas dicas interessantes que podem ajudar você.

Prova do Encceja

A primeira proposta que vamos apresentar aqui é a prova do Encceja 2021, que pode ser uma solução mais rápida para que você possa ir para outros níveis da educação. Isto porque, o Encceja promove a realização de uma prova em duas partes: para o ensino fundamental e para o ensino médio.

Para a primeira categoria, é necessário possuir, pelo menos, 15 anos no dia de realização da prova. Enquanto isso, para a segunda categoria, é necessário ser maior de 18 anos até o dia da prova.

Diferente de algumas modalidades de ensino, o Encceja só funciona através da aplicação da prova e os estudantes devem estudar previamente por eles mesmos. Vale a pena mencionar que você pode encontrar apostilas do Encceja na internet para se preparar para o exame.

Assim, o estudante que quer voltar a estudar pode garantir a conclusão do ensino básico e focar nas próximas etapas, como o ensino técnico e o superior, por exemplo.

EJA

A outra dica para quem está acima dos 50 anos e quer voltar a estudar, mas sente que precisa de um preparo mais longo, apresentamos o programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Essa inciativa é mais interessante para aquele público que não concluiu o ensino médio e deseja recuperar os estudos em um tempo reduzido. É assim que o EJA funciona, promovendo um sistema de ensino parecido com o ensino básico, porém em uma duração mais curta.

Recomenda-se essa opção para quem já possui uma vida agitada e deseja alcançar a certificação de conclusão do ensino básico. Isto porque, as aulas do EJA, apesar de seguirem o modelo de escola tradicional, acontecem fora do horário de aula, no período noturno.

Também é válido ressaltar que essa modalidade de ensino pode ser mais interessante para quem quer seguir com os estudos e participar de uma prova de vestibular, por exemplo, já que você estará vivenciando os conteúdos em sala de aula.